The messengers (2007) (US)

É a história dum casal mais uma filha adolescente e um filho bebê.

O pai, maior pinta de playboyzão, que ficaria bem convincente como instrutor de tênis, está desempregado e obsecado a tentar a sorte na roça... É, na roça.

A mãe, mais parece uma esposa recém saída de Stepford (quem já assistiu The Stepford wives (1975) deve ter entendido), esforçando-se incansável e inutilmente em parecer natural nessa excêntrica empreitada do marido.

Tal família abandona a cidade (Chicago) e vai parar numa casa de madeira aos frangalhos bem no meio dum vale descampado. O construtor daquela casa foi o mesmo da mãe de Norman Bates, Psycho (1960).

No decorrer do filme os caipiras vão surgindo. Caipiras esses que supostamente deviam se parecer com caipiras parecem-se com tudo menos com tais.

O resultado é uma porcaria de filme? Aí é que tá. Esse filme seria um fiasco total se não tivesse a pessoa: Kristen Stewart. Aquela cara de patricinha dela foi totalmente convincente. Enquanto o restante do elenco demonstrava (ou tentava pelo menos) aquela empreitada dissonante ser perfeitamente plausível, ela não escondeu um minuto sequer que estava num lugar todo errado. Sendo ela uma mulher que ilumina, que magnetiza, tudo que a contrasta acaba no final realçando-a ainda mais. Por conseguinte, o espectador se engaja naquilo que ela parece acreditar.

Ficha
  • Assustador
    • Sim
    • Nao
  • Açao
    • Alta
    • Baixa
    • Monotono
  • Baseado em
    • Historia
    • Cena
  • Historia
    • Pioneira
    • Sofisticada
    • Saturada
    • Fraca
  • Elenco
    • Muito bom
    • Medio
    • Poderia ser melhor
  • Recomendaçao
    • Alta
    • Media
    • Baixa